a vida seria uma bobagem sem essas bobagens


sábado, 18 de abril de 2009

Sobe o bloqueio.

Aahhhhhhh como eu amoOl* voleei *-*

Caramba, eu esqueci do mundo no sábado de manhã, quando liguei a TV e me deparei com a decisão da superliga feminina =)

Osasco x Rio de Janeiro.
Beem, Osasco é de sampa. Fato.
Rio de Janeiro é o time que o Bernardinho (isso msm, o nosso técnico da seleção masculina).

Eu, desde 2006, torço por Osasco na liga feminina... \o/
Maas noos, torce contra meu supeerídolo Bernardinho é triste =/

Vééi, vibreei, um jogaçooo... não parei um minuto de torceer e nem desconcentrei.
Meu mundo foi pro diabo, meus pensamentos, ele, tudooo, só pra curti o jogãão ;)
Eu amo volei.

Tem gente que fala 'Ah, eu vou ser bombeiro, detetive, astronauta, modelo, cantor...', coisas que podem vir a ser, mas é mais de imaginação.
Eu, feliz como só, quero ser atriz... e se eu não fosse atriz, toda vez que vejo esses jogos, percebo que queria ser jogadora *-*

Beem, post sobre o jogo de sábado, pq domingooo...
Ai que delícia, vou ve o meu amor platônico dos meus 14 anos, Bruninho, jogaa.

Florianópolis x Minas.
Floriiiipa êooo \o/

Aleatóriamente mermo

Noos véi, tava olhando a foto que coloquei no post do simulado e viirgem santa, como a resolução da minha camera é ruim.
Por isso eu saio bem nas fotos, pelo amor de Deus Õò.

Então, estou ao meio de um surto aqui, esperando essa droga de final de semana prolongado passa logo.
Depois do chocolate e da matemática, droga de feriado prolongado é triste demais neah? (ainda ta de pé a idéia de i pro hospício).

Não, mas tem explicação, muita calma pra quem lê, eu ainda não estou demente nem babando.
Digamos que tenho um assuntinho mau e mal resolvido na escola, e que só será resolvido quarta, se for. (só pra kem sakaa)
O assuntinho que me tiro o sono, me ferro nas provas, me deixou sem fome e me fez escrever aqueles posts mó gracinhas, falando de morte ;)

Oh my, to falando demais... to falando demaais.
Samantha minha linda, fica em off o que você le aqui, pode seer?

Bem, então como não tem jeito mesmo, eu to solteira e a droga do fds ta aí... vamo que vamo passia e aproveita...
Afinal, eu posso até ta gostando, mas eu não sou burra e nem santa.

/minhamoralfoiproburaco.

Brinks, mas pelo menos nesse fds, o que importa é ser feliz...
/sddsdoAlê;

Não é pra ter sentido

Lendo certa afimação:
Por isso minhas matérias favoritas são Matemática, Física e História.

E a juntando com:
To sem fomee manhêêê, e enjoei de chocolate =P

Chegei a uma conclusão: enfim chegou a hora de me internar num hospício e fazer um tratamente psciquiátrico pesado...
Eu, comilona e feliz, chocólatra assumida e da liga anti-exatas na escola, que vivia dizendo 'pra que sabe do passado, ele já passou mesmo', me revelando o oposto no meu ultimo ano.

Não, eu não vou fazer engenharia ou algo assim, ainda fico com a boa e velha Artes Cenicas, mas caramba como física e matemática são incriveeis *-*

/correndoriscodevida.

É obvio que alguma coisa MUITO PESADA aconteceu comigo para uma mudança brusca assim, e eu sei o que foi.
Eu sei quando começou a mudar...

Eu sei, eu sei e eu sei...


Não que seja ruim, afinal, continuando boa de humanas isso significa notas melhores, comendo o suficiente significa que enfim perderei meus felizes 5 quilos a mais.

... e o do chocolate, é fase mesmo... xD

A-ca-booo-uuuuu

Quando me joguei na cama e gritei 'acaboooou', senti que não é preciso muito pra se feliz xD.

Enfim o fim da belezinha do SimULado.
Como eu aDoroO estuda dois meses, para em uma semana revisar tudo, e depois, faze prova das 7 às 10 da manhã durante tres dias.

Modo irônico off.

Não que eu seja burra ou não saiba, mas pelamordeDeus, vai i mal num troço que nem fui nesse Simu...

No geral:
Quarta (questões objetivas, ou seja, os testes malditos):
80 lindas questões, das minhas 8 matérias diárias, para serem resolvidas, lidas e analizadas em 2h e 30 min...
Fora que só para LER a prova da Rita (portugues e literatura) e da Vera (geografia) já ia uns boooons 15 minuitos (em cada)...
Conclusão, não deu tempo, e olha que eu sabia SUPEER a prova de matemática e física...
Não culpo 'ele' diretamente, mas se a anta aqui tivesse estudado mais e lido mais a prova, sem ficar toda hora pensando em como minha triste alma sobreveria sem ouvir a voz dele, talvez de 44 acertos, fossem 64...

Quinta: Uou uou uou, a Ana se ferrou!
Química, Geografia, Literatura, Português e Biologia... minhas matérias MENOS favoritas (existe fala assim?).
LPL = rodeii amigo.Química = professora maldita que eu quase empurrei da escada enquanto conversava com o Sirius, a véia deu matéria que não tinha explicado pq FALTOU no dia... e ainda me ferro na outra prova, não me dando nota máxima por eu erra 0,25 em UMA questãoGeografia = vai enrola a mãe oww... fui no embromation totaal.
Biologia = A ha ha, nunca gostei e nunca vou gostar, o foco foi as meldaa de SNC e taals, entaum como o meu SNC tv uma melda, enrolei geral.

Táá, não fui tão mal assim... eu sabia mt coisa, mas oww, que medo...

Sexta: Veem nenéém, me dei beem (outra rima ridícula dessas e eu se mato).
Você sabe que tem algo de errado comigo quando lê o que vou escrever agora.
Por isso minhas matérias favoritas são Matemática, Física e História, eu me deei beem!
Matemática tava faciil (asho que é pq eu estudei), física tv estranha mas deu pra leva beem, história tv uma gracinha *-* e ow, até ingles tava facil.

éé, mas acabou, graças a Deus.

Mais uma de busãão

Outro causo de busãão;
Sim, depois de um simulado (alias, do segundo dia dele), Tha y yo, como sempre, demos um vortenha e fomos embora, sempre rola neah?

Entramos alegres e saltitantes no lotado Vere Cruz, e enquanto ela me fazia quase acreditar que tudo ia dar certo, a gente passa na roleta.
Só sei que fomos pro fundo como sempre, fato.

Chegamos e tinha um banco vazio e tals, uma senhora sentada do lado.
Como desço antes da Tha, geralmente eu fiko de pé...

Meelbeein, só sei que essa velhinha super simpáticaa LEVANTOU pra gente senta.

Sim! Uma senhora levantou para que as duas jovens saudaveis sentassem.
Cedeu o lugar.

Olhei para Tha com akela cara de comofas e ela respondeu com aquela cara de my god!

Beem, aí veio uma guriazinha mais nova, passo por mim, me fazendo te que ir contra as leis de Newton e me equilibrar no onibus sem segurar.
Tudo bem, mas naum deu nem 10 seg a msm guria passo por mim denovo, me olho com akela cara de 'vc tah no meu caminho' e me fez i contra a fisica novamente.

A cara de comofas voltou (e a vontade de faze a menina misteriosamente caiir).

E a velhinha lá...

Não, não é pra vc.

Ahh, essa taxa de hormonios femininos que nunca param.
Quisera eu estar me referindo a TPM, mas minhas variações de temperamento tem mais haver com o coração do que com a possivel possibilidade de ter um filho (óó, tive que pensa pra escreve essa).

Tudo bem, ele ainda é o motivo de me dar inspiração, mas não, dessa vez a morte permanece bem longe do que vou escrever. Agora quem fala é a Ana e não a Bella ;)

Beeeem longe, sakas?

Droga! Minha melancolia passou, tinha coisa mais linda pra escrever do que as minhas palavras tristes de desamor e existencia em risco?
Acho tão bonito tudo que se refere ao amor, principalmente de uma forma tão desesperadora.

A morte mais bonita é a de amor, as palavras também.
Olha eu falando de morte novamente; prossigamos.

Oh my, tudo tão confuso, tudo tão complicado, tudo tão 'vai e volta'.
Affeow, e se tudo der errado denovo?
E se tudo estiver errado?

Meu relógio de pulso quebrou, não entendi pq, mas quebrou...
Meu escapulário voltou do conserto.
Minha vida encontrou novamente meu corpo.


Faz sentido?
Só para mim...

Brincando de Escrever





Se eu pudesse escolher quais seriam as ultimas coisas que eu veria, sentiria e ouviria antes de morrer, com certeza seria tudo o que pudesse ter haver com ele.

A ultima coisa, antes que o suspiro de vida e amor deixasse meu corpo, que meus olhos não mais melados, mas escurecidos e infelizes queriam enxergar, era a vasta e densa escuridão dos dele.
Me perder profundamente por um segundo na imensidão de maldade que aquele negro véu que me levou a morte, pudesse apresentar.Deixar de existir com aqueles olhos sendo minha ultima visão.


E antes também, queria sentir sua mão quente segurar a minha com força, como se me encorajasse a seguir, ou me pedisse para ficar.
Somente sentir seu sangue circulando e saber que mesmo sem fazer parte daquela vitalidade tão harmoniosa em suas veias, eu amava pensar que ela era a ultima coisa que meu toque desprezivel sentiria.
Desistir de viver, sentindo a vida dele correndo onde a minha deixava de existir.


Por fim, ouvir sua voz, grave, serena, masculina e cruel, destruindo a pouca sobra de vida em meu corpo, me devastando.
Seria, se não, o que me faria mais feliz, morrer tendo sua voz como guia.


Desfalecer em seus braços, e como ultimo suspiro dizer 'eu te amo'.

Melhor seria se em vida, seus olhos me pertencessem com todo o amor existente em seu peito, sua mão estivesse sempre entrelaçada a minha.
Se sua voz me trouxesse a vida de volta, e me dissesse com o mesmo tom de crueldade que me amava.

Não são sonhos , nem pedidos, o que disse é apenas o motivo para que a cada dia eu desfaleça um pouco mais, esperando anciosa para o dia em que suspirarei seu nome pela ultima vez.

Desabafooooooo...

Enquanto olho uma foto, meu peito dói com força.

Ele destruiu com a minha vida, seus olhos negros levaram de mim o que havia de força para viver.
A força que eu sempre tive para encarar de frente meus problemas mais absurdos ou banais.

Ele sempre esteve ali, mas nunca haviamos de fato conversado, era como se ele fosse invisivel a mim.
Antes ele era.
Mas bastou um olhar, e nada mais para que a força de um amor imbecil destruísse tudo o que ficou para trás.
Até mesmo o meu primeiro amor, que vivia sendo um fantasma ou um demonio em minha vida.

Mas depois daquele dia, uma sexta-feira, ele se tornou minha vitalidade.
E as coisas iam bem.

Mas da mesma forma que eu tenho a capacidade de atrair uma lampada para minha cabeça, a vida tem de sucumbir com meus possiveis sonhos.
Dessa vez ela foi longe demais.

Foram delírios de sonhos e páginas de livros que fizeram, em poucos dias, um encantamento se tornar amor.
Começava o jogo de mentiras, a teia que me prenderia.
Havia acabado, não sobraria nada.

Entreguei minha alma aos olhos negros e créis daquele garoto, e em suas mãos quentes, que uma vez, por uma brincadeira, eu havia tocado, deixei meu coração.

Falando Como Swan 14


A cada instante que passa meu corpo se sente mais fraco e menos vitalício.
Fome já não tenho, só sede.
A cada dia que passa sinto enfraquecer, minhas pernas já não suportam o peso de meus pensamentos tristes.
Meus olhos somente enxergam e choram.

Mas não há mais volta, eu ja fiz minha escolha.
Tomei um veneno que a cada dia distroi um pouco mais o meu interior.
Poderia ter sido o antídoto, mas a sorte não me favoreceu, foi o veneno.
Mas minha morte será a mais bela de todas, não há nada mais lindo do que morrer de amor.
Sentindo ser morta a cada dia, ao lado e distante dele.

Conto mentiras como se minha vida fosse um grande palco, e eu, a atriz principal.

Dissimulei e menti, sacrifiquei minha inocencia e minha felicidade, destruí outro coração inocente apenas para poder ouvir a voz grave e cruel dele se referir a mim.
Não me importava como, só a ouvindo e sentindo o efeito mortal que ela possui sobre meus sentidos humanos era o que bastava.Matei tudo o que havia em mim, qualquer chance de tornar a ser uma garota como as outras.

O que me mantem viva é somente ele, a pequena parte dele que me pertence, a sorte de poder estar com ele por tão pouco tempo.

O amando em silêncio, com o coração morto em minha mão, com olhos fundos e alma amaldiçoada.
Já se tem algum tempo que não como e que não durmo, mas a morte não se aproxima.
Ainda há dor e desesperança em meu curto e maldito caminho.

Meu fim é claro, o inferno.
Ninguém que ama com essa força pode chegar a sentar-se ao lado de Deus, seria um pecado viver no paraíso sofrendo como se estivesse no inferno.
Ele é o inferno.
Roubou minha alma, minha vida, meu coração.

Ainda respiro, meu coração bombeia sangue por meu corpo, mas há muito estou morta em vida.
Os dias passam despercebidos.

domingo, 12 de abril de 2009

Tá com medo de Amar ♪

Tá com medo de amar, é?
Tá com medo do amor, e aí?
Deixa a página
virar
Deixa o coração em flor se abrir

Quando eu der um
sorriso
Tu me da uma beijo.
Vai pirar sua cabeça
Vai perder o
medo.

Tá com medo de amar, é?
Tá com medo do amor, e
aí?
Deixa a página virar, é
Deixa o coração em flor se
abrir

Quando eu der um sorriso
Tu me da uma beijo.
Tudo em
você é novo
Queima de desejo.

Tá com medo de amar, é?
Tá com
medo do amor, e aí?
Deixa a página virar
Deixa o coração em flor se
abrir

Vai beijando minha boca
Tirando a roupa,
Como se fosse
da primeira vez.
Vai curando o sentimento
No movimento,
Um carinho que
a gente fez. (2x)

Tá com medo de amar, é?
Tá com medo do amor, e
aí?
Deixa a página virar
Deixa o coração em flor se abrir


ele não vai, mas eu rialto, às 2:29 da madrugada da sexta feira da paixão
(venhamos e convenhamos, já era sabado), bem, eu rimermo ouvindo essa música e
pensando nele.

Se tinha uma música que eu poderia mandar praKELE
gurii é essa...

Depressão!

Um extasê de Dor!

Não, eu não me referi a pegar um canivete e cortar minha garganta lentamente, ou uma dor de estômago por conta de 'balinhas' de rave...

Falo das duas melhores frases do RPM que nunca fizeram um sentido além do literal para mim.
Mas nessa ultima semana eu descobri seus sentidos não-literais.

"Já não morro mais de medo, que o tempo escorra pelos dedos"

Simples e facil; o que mais me assusta já não me da medo e que o tempo passe.
Dificil e vinvenciado; que venha tudo o que tiver que vir, e que o tempo seja jogado fora como algo insignificante.

E agora a melhoor de todas.

"Um extasê de dor"

Sempre imaginei essa frase como uma dor que causava até uma sensação de dopagem e extase mesmo, de tão forte.
Mas descobri que nao é exatamente isso.
É uma dor que surge do seu fígado e corrói seu interior com toda a força, obringando-o a engolir lágrimas grosseiras que pensam e cair por seu rosto violentamente.
Uma dor que te faz sorrir, e quando absmalmente intensa, te faz quase gargalhar.
Que vem de um medo, que te trás a impressão de estar sedado, sentado em uma cadeira, olhando para palavras que apenas depois de escritas vão fazer sentido.

Droga! Não da pra explicar o que essa frase significa para mim... essa explicação não chega nem aos pés do sentimento =/

Tamo aí na luta neah?!

A ca Bou - bbB




E éé final do BBB.

Manual do bom BB:
* não desperdice sabão em pó atoa
* não cutuque a cachorrada
* não seja mosca morta
* não acorde todo mundo antes da prova do láder
* não tenha a lingua maior que a boca
* não vote na Ana em todos os paredões


/euri.

E o zezé de camargo cantando que nem o canarinho do Shreck (aquele que explode quando vai competi com a Fiona).

Retro entre Ana e Naná... e elaas shoraam! xD
O Bial anuncia que a Fofura se foi, ela sai da casa e encontra com o pai que ela não via há 19 anos +/- Õò.

O benhê ganhooo =)

Mas pra mim, a melhor coisa foi essa frase:
Senso comum é o pensamento de quem tem preguiça de pensar.

{Dias depoois}
Ana tomando solvet co Sirius, João Paulo e Ane*
' Ah Sirius, vc precisa ser mais banal, tpw emociona vendo BBB '

Ele e o JP rasharam de ri da minha caraa... que feliiz não?
/ouvi o Sirius rindo me desho sem graçaa*

Deixa, Deixa...

Como diria o grande poeta Fernando Pessoa (e só perde de melhor para o Vinicius de Morais):

'E afinal o que quero é fé, é calma
E não ter estas sensações confusas.'


Dale Fernandinho que soube explicar em duas linhas o que se passou em minha cabeça durante toda uma semana.
Mas um dia o dia chega, e um hora é a hora certa.

*haja figuras de linguagem, peloamor*

Por mais estranho que pareça, minhas emoções surgiram desesperadoramente, trazendo uma inspiração que de repende (no caso agora) sumiu!
Como diria um amigo: hormônios...

Se essa confusão me acertou em sheio, digamos que também a outras pessoas.
Mas a confusão gira somente e unicamente em torno de duas pessoas, o resto simplesmente fica a espera da vontade do destino...
Chega a ser estranho pensar em como se pode decidir qualquer coisa... e alias, que eu posso decidir qualquer coisa.

E enquanto eu perco o meu precioso tempo escrevendo sobre como estou beirando um colápso, esqueço que tenho nove provas quarta feira...

Estudar qe é bom nada...Viver qe é tudoodeboom, sempre!

Seletiva 'aconteceu comigo'

*
Apesar de começar com o ridículo nome do quadro do Gugu, a coisa não é tão ruim assim, apenas frases sem contexto que dizem exatamente o que querem dizer.
E agora, uma seletiva de algumas MARAS, que de fato, acaba, tendo haver completamente com a minha vida... Afinal, sendo Bella, Crepúsculo acaba se tornando a minha praia xD

Era constrangedor como meu mundo parecia de repente tão vazio de tudo exceto por ele - toda a minha existência centrava em torno desse garoto ao invés de centrar em mim como antes.

O meu coração bateu fora de ordem por causa do vazio do quadro que ele pintou.

Se eu não soubesse com todas as células do meu corpo que eu o amo - Incondicionalmente e irrevogavelmente, e honestamente, irracionalmente – eu nunca seria capaz de levantar desse chão.

Uma pessoa com a minha sorte tende a ser um pouco desesperançada.

“E deixar Bella pra trás, desprotegida?”
Jacob bufou. “E nós somos o que, um fígado desmembrado?”

ESSAS MERECEM UM COMENTÁRIO PESSOAL NO FINAL:

Tudo em tudo, uma semana muito ruim. E hoje era o pior dia dela. (Quarta, dia 08-04)

Mais vergonhoso ainda, uma coisa que eu jamais diria em voz alta, eu queria o veneno dele no meu sistema. Isso me faria pertencer a ele de maneira tangível, qualificável. (Precisa mesmo que eu comente? Oks, como essas coisas macabras me atraem).

Era infantil, mas eu gostava da idéia de que os lábios dele seriam as últimas coisas que eu sentiria. (Idem ao de cima)

Boa-sorte tinha a tendência a me evitar. (Coom certeza, afinal, quem você conhece que já foi atingido por uma lâmpada na cabeça em plena eskola?)

Série Twilight

Seletiva confusa

E é quando se pega os 4 livros da minha série favorita... Para os menos informados: Crepúsculo (ou simplesmente Twilight)... E se escolhe todas as melhores frases que exprimem confusão.

Aproveiite ;)


Eu saí rapidamente, a despeito da minha confusão e curiosidade.

"Eu queria", ele sussurrou. "Eu queria que você sentisse a... complexidade... a confusão... que eu sinto. Queria que você pudesse entender".

Eu me perguntei vagamente se era errado dormir... Ou eu estava me afundando com a confusão das concussões...?

Eu não tinha idéia da confusão que estava deixando pra trás.

Eu ri também, surpresa de ver como o tempo havia mudado aquela memória. Ela costumava ser uma memória de estresse, de confusão.

"Você vai ter que perguntar a ele - a história dele está envolvida"."Que confusão", eu murmurei.
"É isso que parece, não é? Como se isso estivesse nos atingindo por todos os lados ultimamente". Ele suspirou. "Você já pensou que a sua vida podia ser mais fácil se você não estivesse apaixonada por mim?"
"Talvez. Porém,não seria exatamente uma vida"

Ele respirou fundo. "Eu quero te dizer uma coisa. E você já sabe o que é... mas eu acho que devia dizer isso em voz alta do mesmo jeito. Só pra que não haja confusão sobre o assunto".

Não havia mais confusão, não havia suspeita. Não havia nenhum pensamento.

Então as confusões sem foco de pensamentos começaram a se moverem juntas.
Como isso pode ser? O que significa? O que vai ser?
Não é seguro. Não é certo. Perigoso.

E se tudo é tão confuso, nada mais é que reflexo da minha própria confusão... By Yooooo =)

Falando como Swan 13


Foi quando li o que ele havia acabado de escrever.
Senti um subitu desespero, misto com um arrepio vindo de dentro da minha espinha e que terminou em minha nuca.
Segurei firme as palavras, como se isso fosse mudar alguma coisa e li.
Reli.
Entorpecida pelo que cada mostra de frieza se sinceridade podiam fazer naquele instante.
Absmada com as palavras e com o jogo de palavras, que causavam um sentido único a cada frase. Um sentido frio.
Ainda em estado de loucura, formulei a melhor resposta que poderia dar, sentindo-a tão insignificante quanto uma tentativa de alcansar aquela dor.
Não consegui entender o porque de um desespero que nem era meu, mas não foi facil esquecer o que li durante aquele dia.
Só e apenas depois de conversar um pouco com minha antiga, e talvez, eterna, caixinha de alegria que tornei a considerar que tudo não passava de fatos da minha sutil e inusitada idade.

Tudo passaria.

Mesmo assim, me prendi a palavras que significavam a desistencia de um jogo que propus a mim mesma.
Me prendi como um passo adiante e não como o fim do jogo.
Não um jogo, mas um sorte. Uma vontade.

As palavras fizeram cortes expostos em meu rosto.
Cicatrizes de uma brincadeira perigosa, um simbolo satânico da mistura de um olhar sombio com um sorriso sarcastico.
Por quase um minuto desisti completamente de tranformar aquele desespero em uma luta minha por trazer um tranquilidade ao dono das palavras.
O um minuto passou, e me determinou mais ainda.
Sem medos, sem desespero e frieza, apenas eu tentanto seguir o lema que impus a mim mesma antes de começar qualquer e toda loucura.

Confusão, segunda.

Depois da teacher dar a idéia de escrever só com verbos e só com substantivos, adotei por falta de ter o que fazeer...
Achei até legal escreveer...

Confusão, segunda.

Cama, lençol, despertador, chinelo, banheiro.
Água, toalha, uniforme, sapato, perfume.
Blush, lápis, rimel, batom, trancinhas, prendedor.

Escada, sala, garagem, carro.
Som, rádio, Unifran FM, MPB.
Porta, adeus, rua, calçada.
Portão, escola, escadas, sala, professora, aula.

Sono, conversas, risadas, atenção, contas.
Prova, desespero, rodei.

Intervalo, galera, gurias, guris *-*
Conversas, risadas, distrações, risadas.
Coração, taquicardia, olhos, mistério.
Coração, taquicardia, olhos, doçura.

Confusão, desespero, medo, morte.
Sorrisos, alegria, felicidade.
Exagero, medo, sonhos, sorrisos.

Suspiro.
Pensamentos, olhos, coração.

Dúvida, confusão, desejo, sonho.
Alegria, êxtase, música, dança.
Céu, inferno, extremos, opostos, loucura.

Confusão, TV, cama, sono, sonhos.
Olhos, madrugada, travesseiro, sono.

domingo, 5 de abril de 2009

Vida louca, vida ♪


Filme: Cazuza - O tempo não para
Descrição: Em poucas horas o filme acaba com a imagem de um dos maiores poetas brasileiros.
Duração: O suficiente para me fazer pingar de sono na sexta feira.

Beem, estava eu mais cedo pensando no filme que minha mãe não havia deixado eu assistir há alguns anos, quando a belezinha do filme começa a passar na Globo.
Quasemorri! Mas não morri ;)

Para quem leu o livro 'Só as mães são felizes', escrito pela mamys linda do Cazuza, que pudera, aguento cada barra, o filme A-CA-BA com o livro.
Mesmo assim, não deixa de ser lecau!

O filme se resume a sexo, drogas, sexo, sexo denovo, drogas, drogas e mais drogas e rock'n roll.
Não vou ser dakelas fãs que tentam fingir o que não é... era disso para pior, mas mesmo assim, não gostaria que ninguém tivesse aquela imagem do mestre Cazuza.

A mãe dele fez um livro MARA falando sobre tudo, com um ponto de vista bem mais interessante, principalmente por ela ter acompanhdo tudo de perto.

Cazuza foi um desmiolado em relação a sua vida?
Sim!
Não irei argumentar com qualquer espécie de mas...

Ele era bom, e quando digo isso é em TODOS os sentidos...Bom de coração, boa pessoa, bom cantor, bom poeta, bom louco, bom desmiolado, bom bebum, bom drogado...
Cazuza viveu entre os dois extremos da vida, ligou o certo e o errado em uma única pessoa.
Juntou depressão, extasê e acesso de felicidade em algumas de suas canções e hoje em dia, é, senão, para mim, o segundo maior poeta e cantor brasileiro.

Se recomendo o filme? Não, ele acaba com a imagem do Cazuza... Leiam o livro!

sábado, 4 de abril de 2009

Falando como Swan 12


Olhei para seus olhos cor de mel. Queria topázio, mas eram mel, o eterno mel que me perseguia.
De um brilho superior, que deixava qualquer criatura absmada com tamanha intensidade.
Um sorriso cativante e encantador, um jeito doce e quieto de ser...

Do outro lado, logo em frente a ele, outros pares de olhos negros e sombrios, misteriosos e cruéis.
De uma intendidade desmedida, de um mistério incalculaveel.
Um sorriso cruel e tentador, um jeito charmoso e chamativo de ser...

E uma subta dúvida ficou no ar, o que fazer daqui pra frente?
Qual caminho seguir... tão diferentes e que me atraem tanto.

Entre o mistério e a doçura.

Acontecido da seguidora da Amy

Tudo bem, estamos na porta da escola, Sirius, João Paulo, Ane, Paty, Tha e eu quando me surge uma senhorinha mucho loca e começa a fala sem para.

E o Sirius levando tapa nas costas dela, e ela falando mal do povo do pestalozzi, e falando que tava lokona pq tinha ouvido Amy no dia anterior...
E eu só rindo...

O interessante foi o quanto ela gosto do Sirius... achei uma hora que ela iria pedir o celular dele xD

- Essas coisas só acontecem quando eu to perto. - diz Ana mó feliz.
- Claro, quando vc não tah perto vc não vai ver! - responde Tha acabando com a alegria da criança.

/euandotããofeliz!

Começo de mês...

E lá vamos nós assistir a feliz peça 'A cidade e as Serras'.
Bem, estamos eu e Tha conversando quando se aproxima a feliz pessoa do João Paulo...

Acabamos por arrastar o garoto com a gente até no teatro, conversando sobre o pq ele deveria ir morar em Angola...
Sem detalhes de conversas, tava tudo tranquilamente encantador, não sei se pq eu não via mais graça na minha escola desde muito tempo e comecei a ver akele dia, ou pq tava mesmo!

Só sei que chegamos no teatro, conversamos, vimos a peça que não tava ruim, mas Memórias Pótumas de Brás Cubas tava bem melhor (eram os mesmos atores).

Voltamos para a feliz escola discutindo sobre onde era o caminho certo para a entrada do Indu e qual eraa frente do hotel xD
Depois de ouvir que eu moro na Baia 7, e do JP rir muito da minha cara, acabamos indo para o Terminal.

E eu, como uma boa amiguinha, acompanhei o JP até a estação kkkkkkkk /queriaemgracer xD

O dia foi 'be Happy' e eu tbm to nessa ;)

Solo para mi, por mi!

Depois da chuva, da saudade bater que nem maré (e a inteligente de desisti enfim) e da recaída, mandei tudo pro 9º dos infernos (By aula da Rita) e fui se feliz.

Dito e feito, não sei quaando (creio que numa quinta ou sexta) a Tha me lança uma pérola linda de garotas adolescentes de novela mexicana... e a idéia fico na minha mente feliz.
Pouco tempo se passou para as coisas começarem a se ajeitarem... tirando o fato que nesse meio tempo a Hobtiza quase teve um treco pelo idiota que ela não namora mais... tudo oks!

E começa no ultimo dia de março - o mês maldito - a primeira de muitas vezes das crises 'adolescentes' nossas.
Apostaas...

Cheguei a uma simples conclusão, eu sou muito mais feliz sendo banal do que moral...

Olhando para minha amiga e pedindo opnião em uma escolha, que em dias anormais, seria de extrema importancia, hoje, como se fosse uma opnião para uma roupa.
Pensando no que nunca deveria fazer, e quem sabe, fazendo o que nunca deveria pensar.

Ouvindo Abba ;)

Balanço Geral

A melanciolia de março ainda me abatia enquanto eu escrevia alguns dos posts aqui colocadoos.
Mas já fui contagiada pela alegria de Abril!

Ooo mês boom esse... pelo menos ele sempre fooi, desde que eu me lembro dele ^^

Começamos assim:
01-04 ~> Teatroo co Tha y João Paulo ;)
02-04 ~> Altaas risadas no terminal com Tha, JP, Well, Ane y Paty!
03-04 ~> Recreio MARA com Tha, JP, Ane, Paty, Sirius e Luuh *-*
04-04 ~> Arte e Vida (sempre MARA)... a galera de lá me faz tãão bem! Jú, Fer, Victor, Cesar, Iza (filha), Thales, Fusquinha (suaa malvadaa) *-*

Pois se, se começamos o mes beem assim, tende a ser boom pro restoo do ano *-*

Simplesmente MARAvilhoso!

Entonces

Abril começou... assim como janeiro...

Não foi o mês que mudou, fui eu.
Começou bem, foi exatamente o que quis dizeer em relação aos primeiros dias de abril.

Determinada... assim como janeiro...

Gripada, diga-se de passagem, e sem ter estudado um tico de nada... não por não querer, mas por minha mãe acreditar que colocou no mundo uma empregada ao invés de filha.

Anda cansada, com olhos inchados e olheiras profundas. Noites mal dormidas, pesadelos e tosse.

Ouvindo músicas de sucesso de 2007 pra trás...
Beijos, Blues e Poesia...

Sem inspiração ou tempo para escrever o que quer que seja...
"Meninaaa ahaaa..."

Putz, acabei de lembraa de uma coisa absurda coom uma parte da música (e la vai a Ana se comprometee).

"Eu lembro beijos, blues e poesia. O sol na pele e você me lambia e eu dizia, baby I love You. Eu lembro a cara que você fazia, eu lembro dia e noite, noite e dia, e você dizia, baby I love You".

Tira o baby I love you e troca o sol pela chuva que eu to em janeiro novamente... pq diaboos eu fui lembra de algo tãão velho e inuteeel?

Beleza, agora eu não vo conseui dormi em paz pq eu vou fika pensando/ lembrandomermo... e ainda me começa a toca AMADO da Vanessa da Mata...
Não reparem a desgraça no trocadilho... essa música da Vanessa da Mata, mata!

*desgraça não é palavrão, significa algo que perdeu a graça"

15... *-*


Quueeee foufooo... o Kikki nãão fuma!
Fazia tempo que eu não via o 15 minutoos, mesmo depois de te me animado com a possibilidade de conhecer o Kikki (abafaa).

Beem, liguei a TV numa quinta feira e fikeii encantada em vee os meus gatchinhoos conversando sobree um moonte de coisa unutéél e que não muda em nada a minha vida.
Muda sim!
Me faz feliiz...

E agoora que eu ando nessa animação de viveer, o 15 faz toda a diferença que nem fazia antees...
É, pq ja tinha um tempo que eu não tava mais dando a minima bolaa pra ele... não por maldade, mas pq tinha perdido a graça.

Nem no meu vicio supremo (blog do Mar) eu andava entrando...

Acho que recuperei a noção da vida!

E acabei de ve uma propaganda que o Mar faaz, da volkvagem (ou sl como escreve). Ta MARA...

'eu já tive 3 polos e eles me ajudaram a realizar meu sonho'
'qual sonho?'
'comprar o 4º polo'

Rasheiii

Confessionário...

Pois se eu disse eu fiz.
Desisti de muitaas coisas mês passado. Coisas com as quais sonhei por noites sem fim.

Algumas pessoas se foram nesse tempo.
Não para sempre e de todo, mas se foram do lugar onde elas me incomodavam dentro de mim.
Três garotos eliminados completamente dos meus pensamento (pelo menos é o que espero).

Já havia passado da hora de deixar os sonhos para as noites e viver na realidade verdadeira de meus pensamentos sinceros.
Já estava em tempo de simplesmente viver.

Mas a lista de reprodução no meu Windows Media Player continua a mesma das férias, fevereiro... e março.
Apenas as músicas.

E é aqui e por aqui que começo a luta pelo que eu quero, jogando quando necessário e sendo extremista em alcansar os meus objetivos.
Fiz muitas concessões pela felicidade dos outros e quase nenhuma pela minha...

E o Djavan continua me dizendo que 'quando eu te vi aquilo era quase o amor...'
Já faz tanto tempoo...

Fala aê manooo!






E tem akele dia no qual toda mulher vira homem e todo homem vira mulher: TROTE INVERTIDO.

Riam se puderem, surpreendam-se com as fotos mais absurdas e que eu jamais tornarei a colocar no orkut hUAHsuaHSuaHS
Mesmo assim, digo eu, não sirvo pra ser homii, acabo falando mais que nem bisha do que como homeem msm HAUShuaHS.

Bjm no rosto viro, 'e ae mano, tudo em cima...' com direito a umas ombradas (ta certo?) eskisitas...
Mas as bishhas que se revelaram foram as melhores xD
E no final veioo um sonoo violento.

Só as melhores ;)