a vida seria uma bobagem sem essas bobagens


sábado, 28 de março de 2009

Eu (não) sou poeta e... aprendi a amar...

Vem e vai.
Parece o mar
mas não é...
Parece a chuva
mas não é...
Parece o sol,
mas definitivamente,
não é.

O mar entorpece
como ele faz;
A chuva acalma
como ele próprio;
O sol invade
como ele também...

O mar assusta
assim ele também faz.
A chuva devasta
assim ele também é.
O sol seca e seda
assim ele também age:

Ele vem e vai...
Ele vem e vai...

Brincando de Escrever

É dificl escrever versos quando triste.
Mais ainda, dificil é escrever versos tristes.
Tristeza de alma, de peito.
Que abala o corrimento do sangue, que nos mostra as estrelas da madrugada; que direciona um arco e levanta uma lança sobre a cabeça da vontade e do desejo.
Versos tristes.
Aqueles que expressam nossa angústia com facilidade, que nos faz concordar, sorrindo, ou olhando criticamente, com suas palavras faceis. Que buscam no fundo das memórias as imagens esquecidas, que tentamos em vão, apagar da memória.
Como fotos velhas.
Como velhos e velhas.
Portas para as lágrimas, olhos das lembranças esquecidas, mas nunca apagadas.
Versos tristes.
São fotos, são lágrimas, verdades, lembranças, medos, angústias, portas, velhos, olhos, passado.
São fogo, fogueira, lenha e cinza.
São noites, estrelas, constelações, nuvem, céu, dia, sol...
São tudo e são nada...
São versos tristes.

Musikalidades

Novembro passou chuvoso, mas não chore essa noite.
Tenha paciencia minha doce criança.
Eu costumava te amar, mas isso causou uma guerra civil.

Eu nasci para te amar mas estou me libertando para sempre.
Não perca a cabeça, o show tem que continuar...
Como eu posso continuar?

Eu quero tudo o que você me fez perder...

____________________

Eis a lista de reprodução na hora que escrevi isso:



Um resumo geral. Tudo o que a falta de criatividade e nostalgia de maio do ano passado podem fazer ;)

On line...

Moço: Vinicius
Cidade: Araraquara (pelo menos eu espero que seja)
Como conheci: Pasmem cmg, jogando Tibia.
Como surgiu a amizade: Na fila de espera da cav de rot xD
Quando: 2006

Enquanto as duas gracinhas esperavam pra caça na caverna de Rotworm (sl se tah certo maas...) ele me perguntou o que eu tava ouvindo (ou o que eu gostava de ouvir).
E lá vai a Ana falar de Engenheiros...

O melhor foi o seguinte, o menino falo que gostava desse tipo de musica e começo a fala de Cassia Eller, e eu tbmm...
Depois disse msn pra lá e pra ca... começamos a conversas.

Entre desabafos sobre amores, amigos e escola, dicas de musica e novidades sobre o fds, surgiu uma amizade mt grande com uma pessoa que eu nunca vi na vida...
O tempo foi confirmando como essa amizade daria certo, pq pudera, amigo de net raramente vai pra frente neah??!!
E posso dizer que ele é IMPRECINDIVEL na minha vidinha feliz, pq tenho uma confiança anormal de contar os maiores absurdos pra ele =)
Ele é dakeles amigos que as vezes vc ve on e fala 'ah, depois falo oi', e acaba tendo que sai antes, maas, quando começa a conversa, o resto do MSN que espere pq o assunto é bom!
As vezes a gente fica meses sem conversa, e do nada começa uma assunto que parece nunca acaba, e a gente não ve o tempo passa.
Ele é o jogador de futebol que eu quero ver na tv!

Pois se... o Vini é um gurii que eu aDoroO³ sem dúvida...
*-*

domingo, 22 de março de 2009

Musikalidades

http://vagalume.uol.com.br/guns-n-roses/patience-(traducao).html

Apesar dessa música automaticamente lembrar a Peste, não postei por esse dito cujo, mas por um profundo vazio na alma que me deu agora.

Depois da overdose de vontade;
da ressaca de saudades

agora me encontro

na cirrose de vazio...

saudades de alguém que nem lembra quem sou eu!

sábado, 21 de março de 2009

(00:24) *Godaime Ana : pra mim eh dificil opina neh?!
(00:25) *Godaime Ana : axo q vc entende u q eu keru dizer


Um antigo histórico, uma antiga históriaa.
Uma pessoa eterna e um eterno pesar.

Apenas amor.

Ah...

Confesso, não consigo parar de pensar em uma pessoinhaa.
Conclusão lógica, estou apaixonada.
Conclusão mais lógica ainda, eu já estava apaixonada e sabia disso.

É facil sentirmos nossos sentimentos (uhuul pleonasmoo), bem, é facil sentirmos o corpo tremendo e o coração palpitando ao lado de uma pessoa que nos faz bem.
Ou até ao lado daquele idiota da minha sala que vive me tirando na frente dos outros, mas quando tá longe da galera é a doçura em pessoa.
Ou ainda, quando vemos a criatura amada junto com outra pessoa...

Mas o fato de pensar em uma pessoa que nem está ao seu lado, que há tempos não se vê e que a cada dia mais se torna distante prova unicamente que você se encontra apaixonada.
Distante talvez seja exagero, mas confesso que meio inalcansavel.

Mesmo assim eu to de booa, e a vida segue.
Pelo menos eu to tentando 'sofre' por outroo moço, tentando eskece o que anda me tirando o sono ;)

Musica de Ventoo...

Desci do onibus, depois de conversar por um tempinho boom sobre a minha 'Infinita Highway'.

Caminhei lentamente pelo caminho que me acostumei a fazer diariamente depois da escola.
Geralmente acelero meus passos, mas alguma coisa estava me dizendo para ir com mais calma e simplesmente parar para olhar o céu azul e ensolarado.

O dia estava lindo, e as árvores perto de casa, verdes e até mesmo bonitinhas.
Comecei a andar com uma brisa leve batendo no meu cabelo (sujo do argônio da lampada que mais cedo, havia espatifado na minha cabeça, agora dolorida).
Um música começou a tocar beem de leve, no fundo de meus pensamentos.

"O tempo passa e um dia a gente aprende
Hoje eu sei realmente o que faz a minha mente
Eu vi o tempo passar e pouca coisa mudar
Então tomei um caminho diferente..." \Charlie B. - Senhor do Tempo/


Diminui mais ainda a velocidade do passo, mesmo atravessando a rua.
O vendo aumentou, sussurrando outra canção em meus pensamentos.

"Buscando novo rumo que faça sentido
nesse mundo louco com o coração partido eu
tomo cuidado pra que os desiquilibrados

não abalem minha fé para eu enfrentar com
otimismo essa loucura." \Charlie B. - Pontes Indestrutiveis/


O sol parecer ter brilhado mais forte e o vento ter soprado mais veloz e suave, só sei que ouvi um motoqueiro buzinado enquanto subia os degraus da pracinha.
Cheguei em casa cantando a continuação da música quando vi uma libélula voando bem pertinho de mim.

Sorri e entrei em casa, me deparando com a realidade que nos ultimos minutos havia sumido de meus pensamentos.

Falando Como Swan 11

Não entendo como algumas pessoas podem mudar tão facilmente, de uma forma tão simples e anormal.
Com ele não foi diferente, alias, foi ele quem me mostrou o quanto as pessoas tendem a mudar por outras, sem ter o minimo motivo.
Para explicar exatamente o que quero dizer, teria que voltar em março do ano passado, quando havia uma amizade encantadora entre meu grupinho.
Três garotos, quatro garotas, uma sala e todos os dias eram de fato, encantadores.
Lições de português em grupo, conversas, brincadeiras, risadas. Era tudo tão perfeito que mesmo os erros me faziam feliz.
Por três meses as coisas caminharam tão perfeitas quanto podiam, meu melhor amigo, meu amigo e meu amor; minha melhor amiga, minha amiga e minha nova amiga... por mim as coisas poderiam ter eternizado entre março e maio.
Não sei o que desestabilizou aquela paz, mas alguma coisa muito pesada acabou com cada um daqueles sentimentos. Não restou mais nada.
Seis meses se passaram e acabei permanecendo perdida depois do pior momento da minha vida.
Foi quando conheci um garoto que dizia que o que importava era ser feliz.
Recobrei a consciencia e me dei conta do quão distante as coisas haviam ficado. A amiga nova, nem amiga era... a outra amiga se foi. A melhor amiga se tornou uma luta para reconquistar.
O melhor amigo e o amigo se afastaram e agora, aos poucos voltam ao normal; mas o que me fez mal foi ver o que se tornou aquele garoto que eu amei com tanta força.
Talvez a distancia entre nós, ao meio de uma multidão de rostos conhecidos, seja maior até, que a que há entre dois completos estranhos em faces opostas do mundo.
Mas quando me vejo diente dele e de nossos amigos verdadeiros, ou apenas diante dele torno a encontra seus olhos castanhos que me deixam paralisada por alguns instantes.
Não há motivo para tantas mudanças por algumas pessoas, porque ele não pode ser sempre aquele garoto encantador? A vontade de outros, cetamente, não permite.
Ou talvez eu que seja o problema e não consigo me dar conta disso, mas não consigo ver de forma alguma o que de tão errado fiz para afastar para tão longe uma pessoa que era tão perto.
Não sei pq afinal, as coisa mudaram dessa forma tão brusca e porque o que era bom não permaneceu.
Só não vejo uma explicação, as coisas estavam tão perfeitas e de repente me vi em uma floresta escura, sozinha.
Mas ainda sim, em raros dias encantadores, ele e aqueles dias, se tornam o que sempre foram.

A floresta nunca é tão densa assim.

Sexta-Feira 13.

Ela já passou há um tempinho, mas o que aconteceu naquele dia ficou registrado de uma forma que ainda faz minha cabeça girar.

Por mais que considerem-na um dia azarado, eu, que tenho um repelente a boa sorte e um perfume atrativo para o azar, a considero completamente um dia de muita sorte.

Conversando com um amigo antigo, pensando no trabalho sobre o Barack Obama, acabei me entertendo com a escola que andava me dando nauseas.
Mais uma vez o quarteto fantástico se reunia: Ana, Thais, Alan e Laércinho.

*as mágoas vão sendo aos poucos apagadas pelo tempo*

Mas como nunca se está 'sozinho' no Indu, aparece na nossa frente a feliz Peste.
Como essa pessoinha sempre tende a me tratar superbem [/sarcasmo] e tb, como eu não estava nem um pouco amigavel com ele depois do que havia acontecido na sala, deduzi que seria uma péssima tarde.

Enganei-me.

Longe da galera a Peste muda, e isso não surpreende apenas a mim, mas com certeza me atinge em maior proporção.

Ele estava normal.
O normal para mim, digamos que divertido e doce, coisa que diante do dia a dia no 3°A aquela peste raramente é.
Acabou me batendo uma sensação de nostalgia assustadora.

Saudades da época em que discutíamos as fantasias para um festa, sendo a Tha uma princesa, eu a Mulher Gato e ele o Batman...
Um tempo em que vive feliz, sorrindo por muito e raramente sentindo um profundo vazio na alma.
Meses felizes, mas que já passaram. Infelizmente.

Pretérito Perfeito.

A Ultima das Romanticas.


Não por me considerar uma ou por ser, mas talvez por falta de titulo melhor.
Nunca fui daquelas meninas de rosto bonito e cabelo perfeito, bronzeada de sol e jogadora titular do time de volei da escola.
Nem ao menos sou popular dentro do colégio, adorada por minha sala e com fila de pretendentes.
Apesar de esforçada, não sou a que tem as melhores notas e nem a que sabe melhor.
Não sou superdelicada, nem tenho a voz suave e doce, não tenho postura de uma bailarina profissional e muito menos sei andar com a classe de uma modelo.
Não sei fazer arte fatal, não me enquadro em garotas que usam a sensualidade para conseguir algo, e nem em sonhos, de forma alguma, me considero sexy.

Sou uma garota simples, que acredito que ninguém nota ao passar na rua de calça jeans ou uma saia mais curtinha.
Gosto de me vestir conforme me sinto bem, mas também acompanho a moda e as tendencias.
Dentre tudo que uma garota gosta de arrumar, o que me mais me da prazer é fazer um look de maquiagem, até mesmo em casa.
Adoro posar para fotos da minha própria camera, ou até para a camera dos outros, tudo depende do meu estado de felicidade.
Sou desajeitada e meio esquisita, nada delicada e completamente descordenada. Não consigo ser doce na forma de agir, as vezes me considero dura e indiferente.
Falo alto devido ao meu tom finissimo de voz, mas tento ser mais tranquila ao pronuciar o que quer seja, afinal, deve ser um saco escutar minha voz esganiçada.

Mesmo assim nada disso faria sentido se não fosse por minha personalidade forte, sensivel e estranha.
Geralmente sou movida a emoções positivas e atualmente, raramente de deixo levar pelo que me desagrada.
Minhas atitudes condizem com uma sensatez geral, onde é raro encontrar quem não concorde com meus argumentos.
Mas acima de tudo, ainda amo com o carinho de uma criança e os olhos de uma mulher formada, e pior de tudo, com a vontade de me aventurar de uma adolescente de 16 anos.

Caindoo em mimm.

Nãão, ngm jogou novamente a culpaa pelos problemas do mundo em mim, e não, eu não me toquei de mais uma das 300 mil coisas que acontecem e eu eskeço de me me dar conta.

Dessa vez foi literal.

Usemos de uma metáfora literal "A luz se chocou comigo".
Não tem graça agora, mas espero que ao terminar de ler esse pekeno relato, vc, como eu, riaa muito³

Estava em mais um dia de eskola, vendo os meninos aprontarem com o guarda-chuva de um lá, enquanto conversava com o Dii.
Tv lá, sentadinhaa no meu lugar e não sei por que diabos resolvo olha pra baixo, daê, o Thiago me puxa o suporte da luz na sala.

Em camera lenta (pelo menos foi o que alguns me disseram) a belezinha da lampada fluorescente grande caiu do suporte bem no meio da minha cabeça.

Bizarro!
Mas de tudo isso não foi o pior, depois da dita cuja espatifar-se em cacos, cortando a minha cabeça, meu rosto e o nariz do Di, um puerão branco levanto.
Nesse momento eu abri os olhos.

O que vi foi mais bizarro ainda:
- Thiago com cara de 'o que eu fiiiz?!' paralisado;
- Dii todo branco e assustado;
- Laércio e Alan desesperadoos;


E o Laercio gritava pra eu fexa os olhos e eu comecei a ri disparadamente, pois ponderemos, que dia na sua vida uma lampada caiu na sua cabeça?
Meu medo foi desmaiar com a pancada, mas descobri a sutil diferença entre novela e vida real xD.

E tinha caco de vidro em tudo quando era canto do meu cabelo, e perto do meu olho...
E os meninos mandando eu fexa o olhos e eu querendo abri xD

*Momento MARA: Vi o idiota do namorado da Tha rindo e isso, misturado com outras coisas da semana passada, me fez soca a cara dele como eu NUNCA fiz na vida com ngm!*

O melhor foi passar pelo corredor LOTADO (parecia que todas as salas estavam do lado de fora no corredor xD), com o rosto sangrando e o cabelo e cara brancos.
Quando me olhei no espelho comcei a ri mais ainda, eu tava braanca MERMO, que nem um fantasminha xD.

Teve gente que se preocupou, outros neem deram bola... alguns ficaram tristes por eu não ter morrido, já outros tão tremendo até agora...
Mas o legal foi a confirmação para qualquer um que me conteste: Boa sorte tem tendência a me evitar. (By Bella)

Ser Bella é supeer* /tocomdordecabeça

domingo, 15 de março de 2009

Semana que vem...

... coloco o que faltaa.
Tantas coisas que queria dizer mas não terei tempo, tudo de tão intenso que aconteceu entre sexta e domingo.

De fato, ando carentee e feliz. Estranho.

Brincando de Escrever

Em forma de palavras bem organizadas, explicarei o que de fato se passou ali embaxo no post, pois afinal, falei de duas pessoas e de coração, leiam o post pq ficou MARA:


Quando nos decidimos a fazer não o certo para nós, mas o que melhor se enquadra no grupo onde estamos constantemente rindo ou chorando, acabamos por ficar a flor da pele.
Não é diferente comigo, meus sentimentos alternam entre um acesso de alegria escandaloso e um choro assustador em questão de segundos.
Amor e ódio se misturam e eu acabo por não saber exatamente o que sinto, mas ainda sim sinto, como se fosse uma pequena mostra de quão humana e fragil sou eu.
Começo a rezar, com fé Naquele lá de cima, sabendo que ele vai saber me encaminhar para o certo e me mostrar as respostas para minha confusão momentania.
Enquanto faço o certo, ou seja, tiro de mente uma coisa que nunca realmente virá a ser, ela volta mais forte e intensa, sendo que só assim, olhando para todos os seus detalhes, posso ver o quanto impossivel ela se torna.
Talvez o tal do amor, misturado com a paixão adolescente que vive surgindo e desaparecendo nos vãos de pensamentos que deixo livre, acaba despertando aquelas paixões iminetes que vem e vão, por seres diferentes e em épocas diferentes.
E dessas paixões, existe uma que me marcou de uma forma mais divertida e menos compromissada, aquela coisa de vem e vai, como se nada importasse, mas me dando inspiração para escrever.
Aquela que não machucou, e que me fez sonhar por algumas noites chuvosas, enquanto achava que nada seria ruim daqui para frente.
Digamos que a entender e entendido foi que me encontro encantada por dois garotos, o que de fato não é mentira, mas nem de todo verdade.
Gostar e se apaixonar são de intensidades diferentes e fazem coisas diferentes, como por exemplo, paixões não transtornam realmente, nem nos levam a dor de um sentimento queimando.
São passageiras e divertidas, e quando certas, acabam nos fazendo sonhar alto com o que NUNCA NUNCA E NUNCA virá a ser, ao contrário do encanto real, que não nos deixa dizer nunca.
*eu digo sem acreditar, pq como já disse, tenho lado racional e emocional*
Decisões drasticas e completas acabam trazendo essas coisas a tona, mas o fato é que eu me divirto com elas. Não compensa ver apenas o lado ruim da coisa.
A cada dia me libertando um pouco da dependencia de me condenar pelas coisas terem tomado certos rumos, e a cada dia me convencendo a deixar isso para trás, como se nunca tivesse tido importancia.
Esquecer, afinal, me resta tão pouco tempo para decidir o que será de tudo para o resto da vida.
Melhor para mim e para qualquer um que isso seja considerado nada, afinal o silêncio sempre falou melhor do que minhas palavras...

... e sempre apagou as marcas.



E as paixões de verão são MARA! (sakas a indiretaa?)

Ouvindo RBD

Y no puedo olvidarteeeeeeeee ~> By RBD

Ai aii, fui lê uns post antigos aqui e me deu uma nostalgiaa tão gnd...Falando assim parece que foi de anos atrás, mas na boa, foi das fériaas.

Eu fazendo meus posts felizes e apaixonados...
Apaixonados por um garoto que hj em diia maaal ligaa se yo existo, e o melhor cara, eu não posso contaa, mas o melhor era que eu tinha motivos xD
Euri lendo essas coisas e me dei conta de que os diaas ensolarados (metaforicamente) me fazem superbem.

'Te me as vuelto inalcanzable' ~> supersugestiva para os 2 casos.

Drogaaaaa, começo a relampia akii
E tem gente que sabe que eu tenho medo disso, e vééi, meu pc tbm naum gosta muitoo naum xD

Ai como é bom ser feliz.

'Y no se si prodré arancar de mi piel el los besos proibiidos...' ~> lembro supeer um dos...

E eu coloco o Empezar Desde Cero pra tocaa, e todaas as músicas dão para todos os casos de amores atuais e passados, no presente e no pretérito.
Isso é demais *-*

Fantástico, como eu diria.

'Ya no podia despertar sabiendo que no estas' ~> /rasheideriagora.'Pq se el mundo girava a nuestro favor' ~> me lembroo 2 coisas legais: msn e lado de fora de igreja (não me questione oks?)

Mas que merda é essa? Eu to voltando a fika balançada p0or outro passado, gentenn eu vo me mataa depois dessa.
Não, respireii, eu to bem.

*Foca*

'Si no te puedes se entregar, yo no puedo continuar a la orilla de un amor desesperado' - sakas honey? /chuvaa

Voltei pro presentee, é, acho melhor para de lê essas coisas e sonhar com os melhores dias de chuvaa da minha vidaa, ou com o bendito personagem que eu a-ma-va de HP.
Afinaal, eu ainda tenho que estudaar, e já deu beeeeeeeeeeeeeeeeem pra vê que num vira nada mermo...

'Fuimos solo e nada mas, un amor fugaz' - vééi, essa é beeeem pra tudo xD pq é verdadee melbem.

Cara, eu to sorrindo mesmo assim.

E a que com certeza vai entregar o ouro pro outro, só pra variar.
'Preferiria salir a buscarte, mi realidad cotidiana encontrarte, como reflejo saberte in me espejo' ~> o tempo passa e gente não eskecee.


Se eu to rindo com isso é o que importa, agora se eu tivesse chorando o negócia ia muda xD

*Akala sensação das férias sakas?*

Mamma Mia, que filmee *-*


Noos, nãão comentei sobre o filme MARA que vii... Mamma Mia.

Crítica Elaborada:
Um musical que usa exclusivamente músicas do grupo Abba (creio eu que dos anos 70), onde tudo se desenrola em cima do casamento de Sofia, uam garota de 20 anos que não sabe quem é seu pai.
Ela descobre o diário da mãe, do mes em que ela engravidou, e vê que existem três homens que podem ser seu pai.
Feliz como só, ela convida os três para o casamento e daí começa a confusão.


Crítica da Ana:
Até os figurantes desse filme são bons, as letrinhas grudaam muitoo na cabeça, e eu to ouvindo Abba nesse exato momento.
É gostoso ver como as letras ao invés de atrasarem o filme, o fazem desenvolver e ainda nos faz querer dançar com eles.
O cenário é MARA mesmo, uma ilha de causar invejaaa a qualquer umm (mas não é melhor do que as nossas ;D).
Os atorees são supeer tdb, tpw, não sei o nome da Sofia em si, mas ela é tão docee pra canta que eu já me apaixonei, mas os melhores sem dúvida são os 'pais' dela... (suspiro)


Coreografiaas supeer, história criativaa e acima de tudo, humor sem exageros.
Abba + atores + ilha + dancinhas MARA = Perfeitoo*

Recomendo supeer²

Eu que pensei que já sabia...

Tentando resolveer um problema que mais uma vez arrumaram para mim, pq sim! eu não preciso sair do lugar e causar meus problemas, basta que eu fique sentada que alguém arruma um pra mim...

Beem, tentando resolveer o dito cujo, minha guriaaa mais lindaa me aparece com seus olhos vermelhos, e com akela cara de madrugadas da Ana.
E nesse momento que me dei conta do que eu faço por um amigo, ainda mais por uma amiga.

Pulei da cadeira e fui até onde a minha gatchinha me pedia socorro, mesmo sem saber exatamente o que fazer com a situação.
Claro que não vou detalhar o que aconteceu, mas sim o que senti.

Desespero em 1º lugar, é péssimo entrar em uma situação onde não se tem como ajudar a pessoa;
Depois raiva, claro que do idiota que fez isso;
Por fim ternura.

Não sei quanto aos melhores momentos com ela, mas naquele eu quis estar presente por inteira e fazer com que ela entendesse que eu estava ali para o que ela precisasse.
Que não improtava mais nada, e que eu era beem capaz de castra o maldito só pra faze ela feliz...
Alegrei minha gatinha como pude, tentando afastar dela o 'fantasma' que tava furando o coração dela...

Eu sabia exatamente como ela se sentia, já havia passado por uma coisa igualzinhaa.
Eu pensei que saberia lidar com um momento desses já que havia passado por um... Mas parece que meus conselhos foram inuteis, ela não queria se distrair do foco central.

Naquele instante eu soube o que era fazer algo por alguém, e percebi que não importava o que me custaria, eu iria ficar com ela.Em silêncio ou falando, abraçada com ela ou segurando com força sua mão, a tentando fazer sorrir.
Tentando a fazer sentir segura.

Lealdade e coragem.
Grifinória.

Eu queria que os meus amigos assim cmg, maas já não é mais tempo de pensar por esse lado.
Só sei que nunca me senti tão incapacitada de fazer ela sorrir.

Sobro o post abaixo...

Obs: isso tá meio que ridículo, maas.
Meio que conversoo com alguém 'imaginário' por posts sem sequer ter noção do que to falando, aí depois leio o que leram, e tenho a surpresa de me dar conta de uma coisa:
Estou fazendo papel de bobaa.

Por motivos óbvio acabei de me dar conta de uma coisa:
Eu estou louca.

Maas como eu aDoroO dizeer:
Ahaaahaaaaaaa beeeeem feiitoooo pra miim!

Criatividade MODE ON


Se tem uma coisa que eu amo é a criatividade.

Coisas batidas e comuns não fazem mito meu estilinho de vida, sl, acho que se a gente pode fazer de uma forma beem mais legal, pq ficar com o velho.

Por exemplo, os foras que dou e principalmente os que levo, tendem a ser supercriativos!
'Da seus pulos neguinha' será uma coisa que levarei para o túmulo! Principalmente pelo que veio a seguir xD

Outro fora criativo foi um que levei no dia do meu niver de 15 anos, cara, esse superouu quase todos! (gentenn, eu contando meus foras /eusoufeliz)

Brigaas também, raramente tenho uma briga normal...
Tpw, briguei com uma amiga de anoos e a gente mesmo sem querer olhar pra cara uma da outra, saímos juntas.
Fora a vez que ela e eu brigamos no shoppin xD

Mas o que me trouxe aqui foi a forma criativa que me avisaram que 'sakaram o recado e leram o post' (lgl é que coloquei no plural, mas foi apenas uma pessoa).
Eu acordei assustada com o celular tocando, meia noite e pokoo e uma msg que me fez pula na cama.

No momento foi meio 'Oh my god!', mas digamos que passei o dia rindo depois, dando uma de professora de literatura e lendo mais do que tava escrito.
Beem, digamos que eu também tenho brincado de escrever o que não é para quem entende que é.

Oww, agradeço por te avisado que sakouu viu?! Me tranquiliza pra realmente larga mão de tudo e segui a vida, sem remorso.
(Foi o que deu a entende claro, uma coisa meio 'escolha uma estrada e NÃO olhe pra trás ♪).

Criativo masteer*

'Quando a diversão vai se tornar perigosa, ou pior, quando o perigo será minha única diversão.' ~> By yo; achei isso e embasbaquei-me! (essa palavra existe?!)

aDoroO³

domingo, 8 de março de 2009

Todo mundo falando de falsidades

... e eu aqui preocupada com meu vestibular e com meu coração...

Falando Como Swan 10


Aquela música, aquele violão, aquela voz. Tudo foi absolutamente cruel às vésperas do começo das aulas, mesmo sem a intenção de o ser.
Ainda me pego pensando nessa música e em mais uma. Pra Ser Sincero e uma outra que acho que só duas pessoas conhecem...
Mesmo assim consegui chegar a uma solução racional e uma conclusão lógica: não vai acontecer mais nada de agora em diante, sakas?
Daqui para frente não vão adiantar amores platonicos e inalcansaveis, contos de fada e histórias de filmes ramanticos. Nada disso acontece de fato.
Digamos que eu não posso voltar atrás e nem ir atrás, já está tarde e a noite escura demais...
Antes porém, queria que ele soubesse que gosto dele, e de uma forma bem diferente do normal, gosto com carinho e com respeito. Sem exageros ou desespero, mas gosto. Com a pureza de uma criança e com os olhos de uma mulher.
Não posso e nem devo lutar por esse amor inexplicavel, os motivos são obvios e além de tudo, se eu ficar mais uma noite se dormir direito o suícidio é obvio HAUshauShuaH
Sério, não quero nem pensar no quanto isso tá sendo embaraçoso, mas ja que serviu pra ler essa porcaria da outra vez, tomara que leia agora!
Queria ver um final feliz, mas ele naum tah nesse caminho...
Eu estou aqui moço, mas naum sei se por muito tempo... estou como se pudesse esperar por você, mesmo sem poder...

O que Deus sabe fazer!


Geralmente não sou daquelas que vai para a missa achando bom.

Alias, tenho horror a ir pra igreja ficar sentando e levantando só pq assim manda o curriculo.
Mesmo assim tento encontrar motivos todos os sabados para suportar a missa depois da homilia (tpw, eu a-do-ro³ as leituras e o padre explicando *-*).
Geralmente o que me distrai é ficar pensando e conversando com Deus, e também, dar uma espiadinha de rabo de olho num garoto que frequenta a mesma igreja que eu desde pequeno, acho que ele chama Guilherme.

'ps.: provavel que ele nem saiba que eu existo xD

Beem, mas nesse final de semana acabei sendo surpreendida por Deus e pela primeira vez eu soube o pq de ir naquele lugar.
A missa já tinha começado quando um casal sentou na minha frente, nada demais... até que a filha deles deu um acesso e eu percebi que ela era deficiente.

Autista.

Um garotinha linda, de olhos azuis e cabelo loiro enrolado, meio fofinha, e esperta como só.
Mas que vive em seu próprio universo.

Não quero descrever o que senti, mas o que vi.
A garotinha é grudada com os pais, e ficou o tempo todo de mãos dadas com eles, mesmo ela sentada.
Dava pra ver o amor que ela tem especialmente com o pai, e mais ainda, o dele com ela... é uma coisa que te deixa pasmo.
A mãe dela também era superamorosa, mas se a menina dava de gritar (como todas as crianças do mundo) ela chamava atenção e mandava ficar quieta, e quando ela tava sem ter o que fazer, entregava a bolsa pra filha brincar.

Mas o que mais me surpreendeu foram duas coisas:
- a garotinha deu a mão pra mim, só pra que eu tocasse nela, e quando eu fiz isso ela sorriu;
- ela só sabe sorrir.


Ela sorria o tempo todo e acabava fazendo a gente sorrir, um sorriso com dificuldades, mas os olhos dela eram felizes como os meus (que sou perfeita diante da sociadade) nunca foram.
Ela que tem dificuldades, problemas (e problemas reai)... só sabe sorrir com um rostinho meio angelical, meio danado de criança... sorrir.

Enquanto isso tem gente que fica tentando enfia na vida dos outros só por maldade...
Pessoas perfeitas, que tem tudo e querem sempre mais.
Querem ser o centro e ela, aos olhos dessas pessoas que me causam desprezo, não passa de uma excluída pq não se enquadra no que eles acham ser o mais importante.

Mundo estranho...

Pô, futebol

E de repente meu bairro inteiro começa a gritar de histeria, foguetes e buzinas a torto e esquerda!
Eu já sabia o que tinha acontecido, como uma boa garota de 16 anos que gosta muiitoo³ do time: goooooool do Corinthians!
- Ótimo, pensei, empatamos o jogo contra o palmeiraas (emoticon com expressão de UFA!)
Mudei de canal correndo pra ver o que de fato havia se passado, mas para minha surpresa, além do 1 x 1, havia alguns loucos tentando derrubar o alambrado do campo.

'Tinha que ser corinthiano ¬¬'


Meu pensamento não durou muito nesse sistema, quando percebi que o centro das atenções ali era meio gordinha, e ouvi o comentarista falando '...faltando 2 min RONALDO empata o jogo' vibrei também.
Não como corinthiana (as melhores ;D) que eu sou não, mas como brasileira.

Falando sério, todo mundo pelo menos de longe deve ter acompanhado o drama do cara e sinceramente, vai seer persistente hein?!
Lógico que ele já fez grandes besteiras (como diria a piadinha que o Ronaldo joga bem truco, diz que é espada, tem uma dama, mas na verdade ele ta com três de paus.... /semgraça).
Mesmo assim, ele não deixa de ser um exemplo, já chegou lá embaixo três vezes e nas três, recuperou...
Viu o fim, mas nem por isso foi até ele.

Como disse o Faustão, o Ronaldo é que nem massa de pão, quanto mais é socado mais cresce!
De coração, eu admiro aquele jogador...

Pra variar, falando de sentimentos

O que mais me incomoda na relação de amor e ódio que travei comigo mesma nesse ultimo mes é simples: eu não sei me impor.
Meu Deus como eu queria seguir os conselhos que me deram (manipule e pare de se importar com os outros).
Nãão dááá.

Olha a música que me começa a tocar.
"Como pode ser gostar de alguém e esse tal alguém não ser seu?" - Amado, Vanessa da Mata.

Vamos responder? Vamoooss \o/
Vou até esquecer o que tava falando lá em cima e focar nisso.Sabe como é gostar de alguém a pessoa além de não ser sua, não gostar mais de você.
(oops, não gostar de você)
Digamos que tenho dupla personalidade nesse caso, o lado emocional e o racional, vou falar com os dois.

Racional;
É satisfatório.
Ver que afinal, pelo menos para uma pessoa no mundo os erros tem consequencias e que aqueles erros ABSURDOS voltam é incrivel.
Deus faz justiça pelo menos com um nesse mundo todo, já salva.
É prazeroso pensar que as coisas poderiam dar certo mas tendem a NÃO dar, simplesmente pq o ser não tem sorte na vida.

Emocional;
É uma delícia.
Digamos que ma delícia para quem ve o ser se ferrar e ainda tem o gostinho de dizer A HA HA HA, SE FERROU.
Mas para quem sente é um constante perder de vontade, como se tanto fosse como tanto faz, afinal, o que importa mesmo é esquecer a pessoa amada/gostada.
Ainda sim o infeliz segue na luta do dia a dia tomando na cara do resto do mundo, pq não tem sorte para nada e finge estar tudo bem quando na verdade quer se jogar da janela.

Fala se minhas personalidades não são demais.
e-mail para contato: flavinha_miliani@hotmail.com

Genten, eu tenho culpa de ser lazarenta e atrativo pra azar, macumba, olho gordo e afins?
Tudibãão minha vidinha pacata, onde nada acontece, nada de novo ou de UHUL.

/sarcasmomata. Morri!
aDoroO³

O 15 voltou*

Aooo amor.

*-* gentenn eu to apaixonada e dakelas paixões arrebatadoras.
Marcelo Adnet me causa distúrbios de dupla personalidade, acessos de loucura e calor.

O 15 voltou *-*
Beem, depois de um programa de 1 hora do Mar fica beem complicado voltar para um de 15 minutos, pq fica um SUPER gostinho de queromaismelbem!
Estranhei um pouco a falta do Kiki na segunda, mas o novo 'puxadin' ficou MARA.

O melhor, o comodo novo é um banheiro, ou seja, enfim decidiram que diabos é lá!

* O que aquele comodo ja foi *
- quarto; (co a Dani Calabresa)
- banheiro; (Kiki indo no banheiro e agora)
- cozinha; (comercial do cup nudes)
- saída; (não lembor xD)


O Mar é supermoderno, vive reformando o AP, e além de reformar, transforma banheiro em cozinha de um dia para o outro ;) HAUshuahHAusha

Genten, mas aquela privadinha de pobre, com o papel higiênico 'esfoliante' e o sexto cheiiiiiinnn de roupas me fizerem ri alto, ainda mais que o Mar fica MARA sentado na privada e falando com a camera e imitando o Pierre.
'Ainda não inventaram o computador que anda, senão trazia o meu para lá', beem, então o noot dele não serve pra nada xD

O Kiki faz uma falta tremendaaaaaa ow, o programa muda sem ele e tpw, o tal de Biofá me da MEDO. Eu tenho certeza que eu já vi ele em algum lugar (será que no ônibus [sakas o trocadilho] com cara de traficante?).
Ngm supera o Kiki, fato!

Mas ainda sim o Mar é tudibão na vida, adoro³.

BBB 9

E começa o BBB 2009.

O apresentador acabou virando a professora e os jogadores não mudaram nem mesmo nas técnicas de jogo, na briga pela 'fama' e pelo 'poder' vale tudo.
E mais uma vez me vi na situação 'malvadinha' porque quem realmente é ruim de coração na 'casa' falou mais do que a enorme boca e colocou o resto dos jogadores contra mim.

\o/\o/\o/\o/\o/_o_\o/\o/\o/ êêêêêêêêêêêêê!

Por favor me falem que o que escrevi tá mais brega do que batom beterraba, laço azul na cabeça, bolsa verdelimão e sapato laranja.
Por isso que eu A-DO-RO o BBB, eu vejo aquilo lá como uma pequena demosntração de como é minha doce salinha de aula.

Tpw, vamos concordar que esse BBB fizeram até um favor para mim, entrou uma nova participante no MEIO do jogo, deslocada dentro da casa e que todo mundo tento acolhe.
A nova participante acabo com a estabilidade dos grupos e casais, e até o indistrutivel e impenetravel grupo B tá quase que aos tapas, tudo pq ela tem uma visão melhor do jogo e um bom poder com as palavras ;).
A Fran coitada, leva por tudo, e olha que ela nem muita culpa, só ta do lado dos amigos dela, ta certinha uai... mas de verdade, a novata lá viu que ela era forte e começo a faze fofoquinha dela pra envenenar aos poucos cada pessoa da casa.

Parece que eu já vi algo parecido.
Como BBB é boom *-*

Brincando de Escrever

Contudo, a fragilidade não seria ao certo considerada o maior erro que se pode cometer, e sim a ingenuidade.
Não pelo fato do que ela é em si, na verdade ela pode ser usada a favor dos pequenos e derrubar os maiores, mas seu erro é quando outros sabem, maldosamente, como transforama-la em uma artimanha a seu favor.
Nesses casos procuramos jogar o mesmo jogo dos baixos, e ir até consequencias desnecessarias para conseguir uma vitória em algo que daqui pouco tempo estará esquecido diante das mascaras.
Os melhores conselhos são dados pelo silencio de nossas palavras, onde criamos consciencia do que é certo a seguir, e escolhemos se queremos seguir.
Supostamente enfrentamos situações absurdas como desculpas de experiencias, simplesmente para não ter a capacidade de dizer que o que levou dali foi apenas o que houve de ruim.
Não assumimos a verdade, nem em nossas atitudes, nem em nossas palavras e nem no que acontece nos momentos de nossa vida.
E vemos o quanto a felicidade da unanimidade burra pertence ao fato de mandarem e decidirem o destino dos demais, como se fossem reis majestosos.
Eles querem que ajoelhemos aos seus pés e choremos por perdão, como se tivessemos a culpa de seus erros ou de suas vontade reprimidas.
Os menores e melhores acabam sempre como tristes e terriveis tiranos de histórias encantadas, culpados pelas frustrações de seus escritores, como se de fato tivessem culpa.
E por mais alto que os outros cheguem, subindo por cima das idéias e dos sentimentos dos demais, uma hora o tropeço acontece, e a queda deles é bem maior que a dos pequenos.
Mas ao final, quem fica e quem vai não importa, a maturidade um dia alcança até mesmo os que sobem mais alto e os derruba de uma forma assustadora, fazendo-os mais pequenos que os que já aprenderam que não são nada.
A vida muda e quem cresce muito acaba sofrendo quando é obrigado a ver o quanto é pequeno.

Causaar!

Eu gosto muiito de falar sobre meus dias nesse blog, mas dispenso falar sobre dias inuteis e que não mudam nada na minha vida.
Mesmo assim adorarei comentar com quem quer que leia essa coisa rosa aki, sobre minha amada, adorada e querida escola.
/sarcasmomata. Morri!

Tudoo bem que eu nunca fui com a cara do povo de lá, mas essa semana passou dos limites.
Ninguém tem noção como fui colocada de vilãã malvada, sabe aquelas da malhação, com uma amiga troxa que faz todas suas vontades e com um cara bonzinho que é sempre chantagiado, essa!
Todo mundo querendo me explodir, falando mal pelas costas e na cara mesmo, e o MELHORDEUTUDO, depois vindo falar comigo como se tudo não fosse nada..

E o um que acha que pode azucrina minha vida, tende a tentar me fazer superfeliz mesmo quando eu to tentando é nem fala com ele...
O que me mata são as pessoas que vem falar comigo no msn sobre assuntos banais, tpw vc com seus amigos naqueles papos super TDB, contando de festas ou de uma banda qualquer.
Genten, se não gosta de mim, não precisa ser mal-educado, mas também não precisa vir puxar assunto ta certo? Se eu realmente quiser conversar deixa que EU procuro.

Melhor que isso é terem a cara de pau de falar nas costas, pedir desculpas e continuar falando nas costas, e eu, para pelo menos tentar ser um pouquinho mais socializavel, continuo numa boa (pq sinceramente, se for para apelar...).
Mas observem que loosho* a minha situação: se paro de falar com alguém sou infantil, se continuo falando sou falsa, se fico séria e só respondo o bom-dia sou as duas coisas.

Sabe aquela coisa beeem 'seferroubenhê', então, bem vindo a minha realidade...
Mas de coração, prefiro o posto de vilã e falsa que não são meus, do que ser tratada bem por todo mundo e ser tão mal vista pelas costas que chega a ser perigoso.
Porque pelo menos eu sei os poucos e bons amigos que restaram (e de coração, 98% deles fora do Butantam, er, quero dizer, da sala).

Aii aii, se eu fosse realmente dar bola para isso já teria me matado porque não tem condição.
Tentei mesmo mudar de sala, uma coisa é dar bola e outra é ter que aguentar por mais um ano um bando de gente que não vai com a minha cara.
Porque? Sinceridade incomoda os outros, autenticidade irrita e um pouco mais de visão na vida, além daquela salinha, transtorna.

ééé melbem, eu sou pra causar!

A mascara caiu Õò

Então vamos lá, vou falar um pouco sobre meus podres e de minhas mascáras já que surpreenderam-me falando que sabem delas, oh my!
*Eu fiquei com um pobre garoto para me vingar de uma coitadinha e sua amiga (já que esta ficou com o garoto que eu AINDA amo), e tbm, para passar ciumes nesse garoto tão doce (já que provavelmente ele gosta de mim, já que é para passar ciumes);
*Eu falo com elas porque sou falsa, e alias, eu que SEMPRE vou falar com elas, pedir conselhos, puxar assuntos e fazer piadinhas;
*Falo mal MESMO nas costas, e meus alvos favoritos são: Thais, Alan e Wellington;
*Por minha culpa, o Obama não vai conseguir reestruturar os EUA;

Oraaaaaas, tenham a santa paciencia, claro que tudo isso aí são mentiras obvias, pelo amor de Deus.
De coração, a galerinha da minha sala parece que não tem vida prórpria, vive da vida dos outros.
E além do mais, vivem do passado dos outros, como se isso fosse fazer alguma diferença no final das contas.
Da minha vida e do meu passado (que é negro como o do Michael Jackson /piadapéssima).
Genten, sinceramente, vão cuidar da vida pequena de vocês e deixem a minha em paz, afinal de contas, já que eu sou um vilã malvada que ROUBOU o garotinho ingenuo da menininha coitada e de sua melhor amiga ingênua, é melhor pararem de mexer comigo, vai que eu resolvo fazer uma macumba e faço seus pais se divorciarem.
Ahhh, tenham dó de mim.... !

domingo, 1 de março de 2009

Eu me aproximo mais... ♪

Voltando ca chacaraa passo por tres lugares diferentes que me trouxeram tres tipos diferentes de cicatrizes no coração.

* Avenida Brasil
* Centro
* Novo Colégio

Não que eu vá morrer por isso, mas sabe, chegar em casa com pensamentos em duas pessoas que neeemmm devem se recordar da minha humilde existencia trouxe uma completa desilusão para meu dia ensolarado.

Tentei.
Hoje fui tentar ser a tal da adolescente futil e emburrada; tomei sol pra pegar marquinha de bikini, dormi da uma até as cinco, levantei e almocei, vim pra casa e pro pc.
Nãão, eu não sou dessas que só pensa em nada.
E no meu orkut, visitas comuns, que eu geralmente retribuoo gentilmente.

Talvez não foi bem um acerto fazer isso.
Mas afinal, não vai ser hoje que as coisas vão me derrubar.

Por mais que já tenha jurado que vou para de sofrer, e realmente, malhação é na globo, não posso evitar de ficar um pouco triste em saber que as coisas não vão ser definitivamente como eu desejo.
Superarfaz parte, mas tem algumas coisas que ainda me incomodam.
É como olhar para um flor, querer arranca-lá, mas ter uma duvida se o faz.

Minha professora de portugues *-* recomendou fazer o que é melhor para mim em relação a vida, mas me da uma insegurança de começa a fala o que quero para quem quero.
É complicado.

Não dá para chegar e invadir a vida dos outros, como se meus problemas fossem realmente importantes, mas também não dá mais para ficar parada exatamente onde estou, como se um milagre fosse até mim.
Com certeza não existem formas dele ir, mas ainda sim algumas coisas parecem estar indicando o que deveria fazer.

Por mais que meu coração seja maleavel e protetor aos outros, as vezes ele precisa ser assim comigo, e com os meus sentimentos.
Não que a partir de já começarei a fazer tudo o que me der na telha, mas acho que algumas perguntas ainda sentem necessidade de serem feitas.

E algumas coisas descobertas.
Ainda quero saber se as chances são unicamentes contra mim, e se afinal, estou sozinha ou pelo menos com alguém posso contar.
Se haverá outros dias de chuva.
Ou se outros segredos vergonhosos sobre livros e personagens farão a diferença.

Mas com a descrença que ando, meu bem, acho que essas coisas continuarão ecoando nas minhas noites sem dormir, ao som de músicas sujestivas e apenas me atordoando a ponto de me deixarem triste.

Aqueles dias...

Não sei pq diabos fui dormir 2 da matina (sabendo que iria acordar às 8), só sei que isso me pareceu um mau presságio para meu dia 28!
Fui dormir com "Quem nem maré ♪" na cabeça, e acordei com "Dormi na praça" (?), e com um sono que my god!
Acabei indo pro teatro mais cedo, e de cara, já não sabia o que fazer... normal, sempre fui perdida nos lugares...

Mas o dia foi passando. Se foi!

E depois da apresentação dinamica do Bred *-*, eu já estava rodopiando pelo teatro, numa tentativa feliz de piruetas, e para meu eterno desgosto, dou de cara com o Diego.

*nota: Diego; meu ultimo professor de ballet, que conseguiu fazer com que eu desanimasse das aulas;

Pq? Facil facil, orgulhoso e cruel, o cara ja me fez senti humilhada ¬¬

Voltando, encontro o infeliz e de core, deu até vontade de choraa³, mesmo assim deixei de boa na lagoa e continuei kietinhhaaa ;)

~> Almoçoo <~

"Noos, eu ri tanto hoje que to até triste" By yo
/douglasmeolhacomakelacaradesematei


Estou eu comprando meu X-salada, conversando coom a galera quando a gracinha me aparece.
A Jú ja me olhou com akela cara de 'respiraa'.

* pensamento interno: Anaa, se segura! plix. *

Ele vem com um 'você se encontrou aki no arte e vida'
pra q?
Meia hora de discussão, e no final a vitória \o/

Acho que ele NUNCA pensou na vida eu poderia ouvir algo assim de uma ex-aluna, mas não era pq a bixa dançava pra acabar com qualquer um que ele tinha o direito de mexe com a MINHA PESSOINHA FELIZ.
desengasguei um ano de raiva xD

Diego diz: Não sei nem o que te dizeer.
Ana mudou seu estatus para VITORIOSA

séério, aí deu minha hora e eu sai beem descarada e dei um tchauzin fofo ;)
ae elee:
- E Ana, nãão se frustra viu?!

Praq? O dia todoooo falando isso HAUshuAHsuaHs
coom o tempo a frase foi até modificadaa (depois mostro como ficou)

Só sei que ele virou pra Jú depois e falo "Eu não sou um monstro"
aí ela "Só um pouquinho assim ___ "
aí ele "É, só um pouquinhoo"
aí ela "Só um pouquinho assim _______________"

HAsuhaUHsuaHsuhaUshaUHsuashuash
No final, despedi dele e falei que não guardei magoas xD

maas o assunto do dia foi
Não se frustra bixa, se joga!

Funk

Por isso q eu falo q eu escuto FUNK msm, tpw, revoltei geral com as coisas erradas e com essa de 'ohh, eu errei e mereço isso!'

De coração, malhação é na globo as 15 pras 6, na minha vida não!
Afinal, pq tudo tem q ser tão sofrido neah?

Não tem naum, amor naum é correspondido? Parte pra outra.
Naum consegue? Fika nekela mas vai se feliz vééi.

Cansei, e por isso q danço funk as 2 da manhã. eu sou feliz e ponto.
Não, pq tem gente rindo da minha cara por eu te errado antes, droga, eu errei e daí?
Amadureci e me dei conta, agora eu não faria a mesma coisa, mas ja foi.

As coisas tem que ser assim, então são.
Se me der vontade, vou brincar de ser malvada, mas acho que eu naum tenho é coragem (ainda me resta vergonha na cara).
/sematei

mandei tudo i pra merda msm hj...

Repriseee

Olha, eu fico PUTA (desculpa o mau jeito), mas eu tenho essa merda de blog ha um tempo boom já e raramente o povo mexe...
aí, por conta disso, eu resolvi desabafa geral sobre o que tava me matando.

Pq NINGUÉM q sabia do que eu tv falando lia essa joça.
Mas então, do nada TODOMUNDOJUNTOAGORAJÁ resolveu ler e justamente akele post q eu puis e falei 'Droga! postei merda, mas como ngm lê...

O ninguém foi justamente o protagonista referido ¬¬
véi, isso me dexo tão brava que eu voltei a fala de boa, pq ow, se mata com isso...
então, para kem lê e não lê essa droga

ta aki o link pra lê denovo!
http://diariosecretodaana.blogspot.com/2009/02/falando-como-swan-8.html


o apelo sentimental, escroto, bobo e imbecil da Ana...
por isso q eu falo q até tentando acerta eu erro, putipaioo viu?!